Exposição Narrativas Afetivas de Alexandra Eckert

A exposição Narrativas Afetivas, de Alexandra Eckert, constitui-se de uma produção que vem sendo consolidada com sua intensa atuação no cenário artístico, apresentando suas reflexões que englobam a pesquisa em arte e sobre arte. Em seu processo de criação, entrelaça memórias e lembranças afetivas que narram suas experiências vivenciadas e instigam a construção de novos significados.

No universo poético de Alexandra, detectamos elementos visuais singulares e recorrentes, que são uma das formas com que ela sinaliza sua percepção sensível do mundo. Entre seus procedimentos, elege a serigrafia com meio propício para a repetição de um mesmo gesto quase infinitas vezes e, nessa ação incessante, explora a forma de um coração que pulsa através de diferentes cores. São sobreposições, justaposições, levezas, transparências sobre distintos suportes, que ora se configuram em páginas de livros de artista, ora são lenços de tecidos que geram outros desdobramentos.
Além disso, notamos a peculiaridade afetiva com que apresenta suas obras em miniatura: os pequenos objetos são envolvidos em delicados tecidos translúcidos que lembram caixinhas de joias e são exibidos em vitrines, seduzindo o espectador a adentrar e imaginar seu conteúdo.
Diante do conturbado mundo contemporâneo, o conjunto das obras instaladas no espaço expositivo do MACRS, suscita buscar algo que vai além da racionalidade e da sensibilidade, mas um lado desconhecido e oculto da arte que nos leva a interrogar a vida e nossa própria história. Nesse movimento, o espectador é convocado a instaurar novos sentidos e, nessa ação, torna-se co-participador, sendo esta uma das operações articuladas por Alexandra, que constantemente, estabelece partilhas sensíveis com o outro.
Lurdi Blauth

Curadora / Primavera 2015